Ir ao Topo

terça-feira, 26 de março de 2013

PITÁCOS DA ZEBRA NA LOTECA 552 (14):

JOGO 14 - NÁUTICO/PE x SANTA CRUZ/PE
Dom - 16:00h - Aflitos


O confronto entre o melhor ataque com 46 gols marcados (Náutico) e a melhor defesa com apenas cinco gols sofridos (Santa Cruz) pode transformar a partida num jogo de xadrez. Durante a semana, os técnicos testam formações para encontrar o melhor esquema de jogo.

No treino desta quarta-feira (27) nos Aflitos, Vágner Mancini testou uma nova formação visando o Clássico das Emoções. E a novidade foi no meio-campo. Rodrigo Souto foi escolhido para atuar entre os titulares. O volante atuou na vaga deixada por Marcos Paulo, poupado das atividades após um trauma na panturrilha esquerda, conforme informou o médico Fábio Ribas. No campo, Souto disse que se sentiu bem, apesar do calor.
Apesar de o Santa Cruz disputar a série C do Brasileiro ninguém espera vida fácil. Na coletiva, Alison foi questionado sobre as diferenças entre os times e mais uma vez alertou para bom time do Santa. “Isso não significa muito. O Santa ganhou aqui, por exemplo, do São Paulo numa Copa do Brasil e quase se classificou para a fase seguinte. Eles têm um bom time e estão sim entre os favoritos ao título”. As lições do jogo contra o Sport ainda repercutem entre os jogadores, na imprensa e nos treinamentos. 

Diferentemente do tradicional mistério em torno de escalação, quando acontece um clássico em Pernambuco, o técnico Marcelo Martelotte do Santa Cruz, praticamente antecipou, nesta quarta-feira (27), o time que pretende levar aos Aflitos para começar a partida, diante do Timbu.

Embora tenha perdido mais um titular - o volante Sandro Manoel só terá o efeito suspensivo, concedido pelo TJD-PE, após o jogo com o Náutico -, o treinador Coral chegou até esboçar a provável escalação, na coletiva de Imprensa, desta quarta-feira.
"Em mente, a gente trabalha opções, mas deve ser: Tiago Cardoso, Éverton Sena, César, William Alves e Tiago Costa; Tozo, Luciano Sorriso, Raul, Natan, Renatinho e Dênis Marques", falou para surpresa dos Setoristas presentes à coletiva. O fato de jogar na casa do adversário, líder da competição e dono do melhor ataque, Marcelo Martelotte - utilizando três meias - sinaliza para uma postura que tentará jogar de igual para igual com o mandante, inclusive, ressaltando um padrão de jogo adotado, desde que assumiu o comando técnico Coral. 

Aqui não existe Zebra, qualquer resultado deve ser considerado normal.


Palpite Simples - Coluna 01 - Náutico Seco.

0 comentários:

Postar um comentário

O Aposte na Zebra agradece a sua participação: