Ir ao Topo

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

JOGO 14 - INTERNACIONAL/RS x SÃO PAULO/SP

DOMINGO - CENTENÁRIO

O Internacional tem apenas 2,2% de chances de chegar no G-4, mas ainda sonha. Sem a Copa do Brasil, vencer o São Paulo se tornou fundamental para manter o fio de esperança do Colorado. Em caso de tropeço, o clube gaúcho iniciará 2014 imediatamente.
Para o São Paulo, o jogo em Caxias do Sul pode significar o fim absoluto da chance de rebaixamento. Sem perder há seis jogos, a equipe dirigida por Muricy Ramalho corre atrás do triunfo para focar apenas na Copa Sul-Americana.

4 comentários:


  1. deu na grobo:
    23/10/2013 10h40 - Atualizado em 23/10/2013 12h06
    Ordem da direção faz Muricy mudar planos e levar Sul-Americana a sério
    Técnico queria dar prioridade ao Brasileirão, mas diretoria aposta em bicampeonato para voltar à Libertadores e fechar em alta o ciclo de Juvenal

    Carlos Augusto Ferrari Santiago, Chile

    Muricy Ramalho nunca escondeu que o foco do São Paulo no segundo semestre tinha de ser apenas a fuga do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No entanto, o sonho do presidente Juvenal Juvêncio de encerrar seu ciclo no clube com um título e a chance de voltar à Libertadores falou mais alto. Mesmo ainda correndo riscos no torneio nacional, o Tricolor jogará com sua equipe considerada principal contra o Universidad Católica, nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), em Santiago, pela Copa Sul-Americana.

    - Não podemos deixar de lado o pensamento do clube. Não gosto que se metam no meu trabalho, principalmente com os jogadores, mas respeito muito a estratégia do clube. Eles (dirigentes) estão dando muita importância para a Sul-Americana. Vamos pôr em campo o que temos de melhor, desde que os jogadores estejam prontos – afirmou o comandante.


    Há duas semanas, Muricy disse que conversaria com os dirigentes para saber qual a postura a ser tomada. O técnico gostaria de preservar os principais atletas para as últimas rodadas do Brasileirão, mas foi voto vencido. Juvenal e a cúpula do futebol querem o bicampeonato do torneio. É a última chance de o clube se classificar para a Taça Libertadores do próximo ano, torneio que pode ficar sem nenhum time paulista.

    Pesa também o lado político. Questionado pelo ano de fracassos, o presidente sonha deixar o cargo, em abril de 2014, com um título para apagar os erros da atual temporada. Além disso, ser o único clube do estado na Libertadores se tornaria uma arma pesada para defender a reta final de sua gestão e levar Carlos Miguel Aidar, candidato da situação, à vitória.

    Dos jogadores considerados titulares, apenas o lateral-esquerdo Reinaldo não viajou para o Chile em virtude de dores musculares. O Tricolor precisa de força para avançar. O empate por 1 a 1, no Morumbi, o obriga a vencer ou empatar a partir de dois gols. O vencedor pega Nacional de Medellín, da Colômbia, ou Bahia nas quartas.

    Muricy, porém, ainda está preocupado com o Brasileirão. A reação nas últimas rodadas (quatro vitórias e um empate) fez o time pular para a décima colocação, com 40 pontos, sete acima da zona do rebaixamento. Mesmo assim, o treinador acredita que o time ainda não se salvou definitivamente. No domingo, o Tricolor pega o Internacional, em Caxias do Sul.

    - Claro que a Sul-Americana é importante, a diretoria me mostrou isso. Mas nosso grande objetivo é o Brasileiro, não podemos tirar o foco. A situação estava muito ruim e soubemos sair dela com muito trabalho. Respiramos um pouco.

    ResponderExcluir
  2. NOTICIAS DO INTER:

    Clemer diz que Damião está sem sorte, mas garante atacante contra São Paulo.

    Leandro Damião seguirá no time titular do Internacional. Depois de admitir que o camisa 9 poderia sair da equipe, logo após a eliminação na Copa do Brasil, o técnico Clemer voltou atrás e confirmou o centroavante no jogo contra o São Paulo. Nas palavras do ex-goleiro, Damião ainda é o melhor jogador da posição no elenco vermelho. Mas está sem sorte.

    "O Damião vai jogar. O Damião é o jogador mais pronto, dentro do esquema que eu jogo, é quem mais dá combate. Não está com sorte, não tem feito gols. Mas ele tem jogado para o time", afirmou Clemer.

    Com Damião confirmado no ataque, o Internacional passa a ter apenas uma dúvida em seu time que enfrenta o São Paulo. Sem Willians, suspenso, o meio-campo pode ter a volta de Airton. Ou então a estreia de Jair, de 19 anos, ao lado de João Afonso – outro garoto promovido por Clemer.

    O provável time do Internacional: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Fabrício; João Afonso, Airton (Jair), Jorge Henrique, D'Alessandro e Otávio; Leandro Damião.

    ResponderExcluir
  3. NOTICIAS DO SÃO PAULO:

    Aloísio vira queridinho no SP e pode deixar L. Fabiano no banco pela 1ª vez.

    Por onde passou, Luis Fabiano nunca teve status de reserva. Ele sempre foi o protagonista, o camisa 9, o artilheiro. No São Paulo, mesmo sofrendo constantemente com as diversas lesões e também suspensões, permaneceu como titular e intocável. Agora, com as boas atuações de Aloisio, ele pode sentar no banco pela primeira vez desde que retornou ao Tricolor.

    O retorno de Luis Fabiano ainda não é garantido, mas se o jogador estiver à disposição para o duelo contra o Internacional, Muricy Ramalho terá uma boa dor de cabeça para montar o time.

    O São Paulo inicia a preparação para a partida contra o Internacional nesta sexta-feira. O duelo será em Caxias do Sul, no domingo, às 16h.

    ResponderExcluir
  4. NOTICIAS DO SÃO PAULO:

    São Paulo perde quatro mandos e Corinthians terá que pagar multa.

    O São Paulo foi punido nesta quinta-feira pelo STJD e perdeu quatro mandos pela briga entre torcedores do clube e do rival Corinthians no último dia 13 de outubro, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube do Morumbi ainda precisará pagar uma multa de R$ 80 mil, enquanto o time do Parque São Jorge pagará apenas uma quantia de R$ 20 mil.

    Com a decisão, o São Paulo não atuará mais em seu estádio no Campeonato Brasileiro. Diante de Portuguesa, Flamengo, Botafogo e Coritiba, o time precisará achar uma nova casa. Os torcedores do clube só voltarão ao estádio em duelo da Copa Sul-Americana, competição na qual o time está nas quartas de final.

    A briga aconteceu no intervalo da partida e envolveu torcedores do São Paulo e policiais. O Corinthians foi denunciado porque existia a suspeita de que a confusão teria sido iniciada após torcedores corintianos lançarem uma bomba contra os são-paulinos. As imagens apresentadas não comprovaram a ação e o clube acabou absolvido. No entanto, como o clube é reincidente, a multa foi aplicada.

    O presidente do julgamento, Paulo Henrique Bracks, lembrou ainda a tragédia de Oruro e disse que o Corinthians paga por isso até hoje. De acordo com Bracks, a responsabilidade, desta vez, foi toda do São Paulo. "Se a culpa é da polícia, tira ela e bota uma empresa particular. O estádio é privado", falou, antes de revelar a punição aos clubes.

    ResponderExcluir

O Aposte na Zebra agradece a sua participação: