Ir ao Topo

terça-feira, 22 de abril de 2014

5 comentários:

  1. Na noite de ontem (22 de abril), a Ponte Preta empatou em 1 a 1, com o Paraná, pela partida de ida da Segunda Fase da Copa do Brasil.
    Com esse resultado, a Ponte receberá o tricolor paranaense no Moisés Lucarelli, no dia 6 de maio, para a partida decisiva da classificação
    Na Série B, a Ponte estreou com um empate em 1 a 1, com o Icasa, no Majestoso. Com isso, está com um ponto conquistado e ocupa a sexta posição.

    ______________________________________

    ATLÉTICO DE GOIÁS
    Há quase dois meses sem saber o que é perder, Júnior Viçosa se anima com o futuro rubro-negro na Segundona. O atacante lamenta que não tenha sido possível bater o Boa, mas destaca a façanha do Atlético-GO de não perder há tanto tempo e prega vitória sobre a Ponte Preta.
    "A estreia foi boa, jogando fora de casa e em um jogo difícil. A equipe fez um bom jogo e teve chance de vencer. Só não conseguimos fazer o gol da virada, mas estamos em uma sequência boa. Espero que sábado possamos vencer"

    *Retrospecto recente do Rubro-Negro: quatro vitórias e seis empates, 12 gols marcados e cinco gols sofridos.

    _______________________________________

    Porque série invicta uma hora tem que ser quebrada e porque na série B é mais difícil.
    Eu aposto na Coluna 2 ( Ponte Preta/ Um a zero)


    ResponderExcluir
  2. SOBRE O ATLETICO-GO:
    Pedro Bambu deve ser a única novidade no Atlético-GO para o jogo de sábado contra a Ponte preta, no Serra Dourada. O volante, que atuou improvisado na lateral-direita durante o Campeonato Goiano, já que Mateus Caramelo não vinha agradando. E, pelo visto, Bambu voltará à posição. Ele havia perdido a condição de titular para Jonas, que não estava inscrito no estadual. Porém, Jonas ainda não está em sua melhor forma física e deverá ser sacado.
    A provável formação rubro-negra, testada em trabalho tático nesta quarta, terá Márcio; Pedro Bambu, Artur, Lino e Thiago Feltri; Renan Foguinho, Wagner Carioca, João Lucas e Jorginho; Juninho e Júnior Viçosa. Sem perder há dez partidas, o Dragão está embalado e tentará a primeira vitória na Série B após estreia com empate diante do Boa Esporte, em Varginha. O próprio lateral Jonas reconheceu no início da semana que ainda não está na melhor forma.
    - Eu preciso melhorar a parte física. Atuei apenas no jogo contra o Flamengo-PI e em um tempo contra o Boa Esporte. Vários jogadores fizeram pré-temporada e atuaram nos estaduais também, aqui ou em outros clubes. Preciso melhorar e treinar bastante durante a semana, mas isso é normal.

    ResponderExcluir
  3. SOBRE A PONTE PRETA:
    Dado Cavalcanti pretende construir uma base na Ponte Preta antes da parada para a Copa do Mundo. Mas em meio à espinha dorsal, uma novidade ou outra vai figurar na escalação alvinegra. Foi o que treinador deu a entender ao explicar a opção por Daniel Borges na lateral direita no empate por 1 a 1 com o Paraná, na noite da última terça-feira, em Curitiba.
    Depois de estrear na Série B com Neílson no setor, o técnico optou pelo jovem de 21 para o jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Foi a única mudança em relação ao empate por 1 a 1 com o Icasa-CE. Entre elogios a Daniel Borges, Dado disse que usará alterações pontuais para testar opções como maneira de avaliar os jogadores do elenco.
    - O Daniel fez um bom jogo, agrediu o adversário, participou do primeiro jogo e teve uma boa contenção. Aos poucos, vou fazendo as modificações que julgo necessárias. A forma de conduzir será sempre assim, de maneira paulatina. Não temos o tempo necessário de fazer alguma coisa. Jogamos sexta, terça e sexta já temos uma viagem para jogar sábado de novo - disse.
    Na sua apresentação, na semana passada, Dado já havia declarado a intenção de utilizar as dez rodadas antes da paralisação para o Mundial para conhecer as carências do elenco. Até por isso, evita se aprofundar sobre a busca por reforços, apesar de reconhecer a necessidade de contratações. O próximo a chegar é Juninho, do Atlético-PR, que é volante de origem, mas também atua nas duas laterais. Um meia e um atacante são as outras prioridades.
    - Há necessidade. Todos sabem que vamos encorpar o elenco, mas não vou mencionar quantidade nem posições para não criar expectativas. Eu também preciso valorizar os que estão aqui. Quando (os reforços) chegarem, eu falo deles - comentou.

    ResponderExcluir
  4. ATLÉTICO/GO - Após o sufoco do ano passado, quando escapou do rebaixamento na última rodada, o Atlético-GO espera fazer campanha mais sólida em 2014, mesmo com a folha salarial reduzida. Ciente de algumas deficiências apresentadas no estadual, a diretoria contratou cinco jogadores, que já estrearam na Copa do Brasil: os laterais Jonas e João Lucas, os volantes Marcus Winícius e Wagner Carioca e o atacante Josimar.
    Momento: com um gol aos 48 minutos do segundo tempo, quebrou a invencibilidade do rival Goiás no Campeonato Goiano de 2014 e conquistou o título após dois anos. Passou pelo Flamengo-PI na Copa do Brasil com uma vitória e um empate.
    Fique de olho: ex-jogador do rival Goiás, Júnior Viçosa faz bonito até agora com a camisa rubro-negra. Autor de 12 gols na temporada, é a grande aposta atleticana.
    Onde joga: estádio Serra Dourada, com capacidade para 40 mil espectadores. É praticamente um campo neutro, já que a presença de público costuma ser pequena.

    ResponderExcluir
  5. PONTE PRETA - A Macaca chega à Série B num cenário de incertezas. Dado Cavalcanti já é o terceiro técnico no ano. O primeiro foi Sidney Moraes, demitido por maus resultados. Vadão assumiu, mas saiu a uma semana da estreia na competição para comandar a seleção feminina de futebol. Em dificuldade financeira, a diretoria apostou em destaques do interior no Paulistão. A defesa, com o goleiro Roberto e os zagueiros César e Diego Sacoman, forma a base da equipe.
    Momento: o time chegou às quartas de final do Paulistão, mas foi eliminado pelo Santos com goleada de 4 a 0 na Vila Belmiro. Na Copa do Brasil, passou à segunda fase ao bater o Náutico-RR por 4 a 1, fora de casa, sem precisar do jogo de volta. Agora pega o Paraná.
    Fique de olho: Edno é a principal aposta. Aos 30 anos, o meia-atacante retorna ao Brasil após duas temporadas no México com status de titular absoluto e líder técnico. A esperança é repetir o desempenho com a Portuguesa em 2011, quando foi fundamental no acesso à elite nacional.
    Onde joga: no estádio Moisés Lucarelli, com capacidade para 19.221 pessoas. Durante a Copa do Mundo, o local vai receber dois treinos abertos para Portugal de Cristiano Ronaldo.

    ResponderExcluir

O Aposte na Zebra agradece a sua participação: