Ir ao Topo

terça-feira, 22 de abril de 2014

4 comentários:

  1. Botafogo-PB entra em campo nesta quarta-feira para enfrentar o Santa Cruz-PB, em busca de afirmação no Campeonato Paraibano. O jogo, que foi antecipado da quinta-feira por causa da estreia do Belo na Série C com o Treze, acontece às 20h30, no Estádio Almeidão.
    Com apenas 13 pontos conquistados em oito partidas, o time botafoguense tenta pôr fim aos altos e baixos na competição para entrar para valer na briga pelo G-2.
    ___________________________________________

    O Treze enfrenta o Sousa nesta quarta-feira, no Estádio Presidente Vargas, precisando reencontrar o caminho das vitórias no Campeonato Paraibano. E com isso, acalmar um pouco a torcida e a diretoria, que estão insatisfeitas com a campanha do time na competição. Com 12 pontos em oito jogos disputados, o Galo aparece na quinta colocação desta segunda fase.
    O Alvinegro, que está envolvido com mais duas competições (a Copa do Brasil e a Série C, sendo que nesta última estreará sábado contra o Botafogo), sabe que precisa vencer seus demais jogos do estadual se quiser se classificar para as semifinais.
    O time não vence há quatro rodadas. Depois de vencer o Botafogo por 1 a 0, pela quarta rodada, o Alvinegro empatou três jogos e perdeu um.

    ___________________________________________

    Consultando o histórico recente deste confronto, eu percebi que um a zero é o placar mais frequente.
    Eu vou de 1x0 na lotogol e coluna 1 na loteca.

    ResponderExcluir
  2. SOBRE O BOTAFOGO:
    Com grande atuação de Frontini, que marcou dois gols, o Botafogo goleou o Santa Cruz por 4 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Almeidão. Pio e Cléo anotaram os outros tentos do Belo. Carlinhos fez o gol de honra do Tricolor de Santa Rita, chegando ao seu 15º na artilharia da competição.
    A partida foi válida pela 11ª rodada. Com o triunfo, o Botafogo alcançou a terceira colocação com 16 pontos, ficando a dois de diferença do Sousa, o segundo colocado. O Santa estacionou na penúltima posição, com sete pontos, sem chances de classificação.
    O time botafoguense agora dá uma pausa no Paraibano, pois no sábado estreia na Série C no clássico regional diante do Treze, no Almeidão. O Santa Cruz segue na competição, onde enfrentará o Atlético-PB fora de casa.
    Com altos e baixos no estadual, o Botafogo entrou em campo em busca de afirmação. Para isso, contou com a volta de Frontini, recuperado de contusão. Foi dos pés do atacante que o Belo criou as melhores jogadas e chegou à vitória.
    Na primeira investida na partida, o volante Pio acertou o travessão. Depois de pressionar bastante o adversário, o time botafoguense abriu o placar com Pio, cobrando uma penalidade máxima. Aos 26 minutos.
    O Santa não se intimidou com o gol sofrido e quase empata. Em contra-ataque rápido, Pelado chutou e Genivaldo salvou, mandando a bola para escanteio. Na sequência, Tiago sozinho, perdeu um gol feito para o time de Santa Rita.
    Mas ai apareceu Frontini. O jogador lançou Doda, que invadiu a área e chutou. O goleiro deu rebote e Frontini marcou o segundo, aos 39 minutos. 2 a 0 Santa Cruz.
    Belo liquida Santa no segundo tempo
    No segundo tempo, o Santa Cruz deu a impressão de que iria partir para o empate. Isso porque aos 12 minutos, o atacante Carlinhos, sempre ele, descontou. Foi seu 15º gol no campeonato. Mas a partir daí, a equipe de Marcelo Vilar tratou de liquidar a partida.
    Frontini marcou o terceiro para o Belo, aos 27 minutos, de cabeça. E Cléo Paraense fechou a goleada, anotando o quarto gol aos 40 minutos. A vitória dá tranquilidade ao Botafogo para a estreia na Série C do Brasileiro, sábado, contra o Treze.

    ResponderExcluir
  3. SOBRE O TREZE:
    As saídas dos três atletas anunciadas nesta terça-feira pela diretoria do Treze podem não ser as últimas. O diretor de futebol do Alvinegro, Ivandro Filho, disse que os atletas que não estiverem engajados no projeto que o clube vem executando deverão deixar o Estádio Presidente Vargas antes do final do Campeonato Paraibano deste ano.
    - Qualquer atleta, pode ser do goleiro ao ponta esquerda, que não tiver comprometimento no jogo desta quarta-feira, será convidado a deixar o Treze. Eu não estou aqui para brincar de ser diretor de futebol. Sou um homem sério e tenho me dedicado 100% ao Treze, por isso eu pretendo trabalhar com pessoas sérias e vitoriosas. O jogador que não estiver interessado em defender o clube e não pedir para sair, nós vamos convidar para que deixe o clube - disse o dirigente trezeano.
    Os primeiros atletas que deixaram o Galo após a chegada do treinador Leandro Sena foram o zagueiro Daniel Marques e os volantes Escobar e Glaydson. Dentro dessa política de "reformulação do elenco", o Treze ainda pensa em contratar outros três jogadores para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro, que começa neste final de semana.
    Tentando amenizar um pouco o clima pesado nos bastidores, o Treze entra em campo nesta quarta-feira, a partir das 20h30, no PV, para encarar o Sousa, buscando uma vitória para se manter na briga pela classificação à próxima fase do Paraibano. Com 12 pontos conquistados até agora, a equipe comandada pelo técnico Leandro Sena ocupa a quinta colocação na tabela de classificação em oito jogos que já disputou.
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    O Treze apresentou na noite desta quarta-feira, no intervalo do jogo contra o Sousa pelo Campeonato Paraibano, o volante Charles Vagner, que retorna ao clube para jogar a Série C do Campeonato Brasileiro. O atleta já tinha jogado em 2013 no Galo e retorna agora para reforçar a equipe na competição nacional.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. A noite foi do goleiro Gilson e do atacante Fabinho Cambalhota. Quase que exclusivamente deles dois. De um lado do campo, o goleiro trezeano, que fechou o gol. E parou o maior volume de jogo sousense. Do outro, o atacante alvinegro, matador, que aproveitou as duas únicas falhas da defesa do Dinossauro para liquidar a partida. Foi dele os dois gols da vitória de 2 a 0 do Treze em cima do Sousa, que aconteceu na noite desta quarta-feira no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande, em confronto válido pela 11ª rodada da segunda fase do Campeonato Paraibano.
      Fabinho Cambalhota estava mesmo infernal. Porque já com um cartão amarelo no histórico do jogo, ele “enlouqueceu” após o segundo gol e subiu o alambrado para comemorar junto com os torcedores. Levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.
      O Treze agora chega aos 15 pontos e volta a entrar na briga por uma vaga nas semifinais. O Sousa, por sua vez, permanece com 18. E ainda tem um jogo a mais do que o Galo. Na próxima rodada, o Sousa enfrenta o Auto Esporte.
      Já o time de Campina Grande não sabe ainda quando joga de novo pelo Paraibano. No fim de semana joga contra o Botafogo-PB pela Série C e no meio da semana que vem enfrenta o Vasco pela Copa do Brasil.
      O placar não mostrou isto. Mas o Sousa foi um time melhor do que o Treze em campo. E tratou de demonstrar isto logo no início, quando foi para o ataque e pressionou e muito Gilson, que mais uma vez se mostrou um bom goleiro. Seguro lá atrás, apesar do sufoco, o time arriscava de tempos em tempos uma jogada ofensiva.
      E foi num erro da zaga sousense que saiu o gol trezeano. Camilo chegou atrasado na bola e esta sobrou livre para Cambalhota soltar o pé, sem chances para Fábio Lima. Belo gol do Galo, que depois disto voltou a se proteger lá atrás e a segurar o resultado.
      Galo liquida o jogo na etapa final
      A aparente superioridade do Sousa foi até mais sentida no segundo tempo, quando a equipe criou várias oportunidades. Apesar disto, eram poucas as chances que realmente iam em direção ao gol. Ficava claro, assim, que o time sofreu muito com a saída do seu artilheiro, Jeorge, que deixou a equipe após o último jogo para se apresentar ao Icasa.
      E o Galo continuou jogando de forma inteligente. Tanto que criou penas duas vezes, mas as duas melhores chances do segundo tempo. No primeiro lance, Douglas Packer acertou o travessão. No segundo, Cambalhota fechou o placar. Marcou, ficou em êxtase, subiu o alambrado e foi expulso.

      Excluir

O Aposte na Zebra agradece a sua participação: