Ir ao Topo

terça-feira, 8 de abril de 2014

5 comentários:

  1. CSA e CRB se enfrentaram no Campeonato Alagoano no dia 19 de fevereiro e muita coisa mudou nos dois clubes desde então. O primeiro clássico do ano terminou empatado por 1 a 1, no Estádio Rei Pelé, e os dois treinadores desse confronto já não comandam mais os times. Roberval Davino não resistiu à eliminação do Galo na Copa do Nordeste, e o Azulão perdeu Oliveira Canindé para o América-RN.
    Com a mudança de comando, as equipes também foram alteradas. O time titular do CRB que fez o primeiro duelo com o rival iniciou o jogo com: Júlio César; Diego Aragão, Marcus Vinícius, Audálio e Gleidson; Olívio, Johnnattan e Geovani; Denílson, Tozin e Igor. A formação mudou muito desde a efetivação de Eduardo Souza como treinador. Paulo Sérgio voltou à lateral direita e Gabriel vem sendo escalado na zaga, ao lado de Marcus Vinícius. No meio-campo, Geovani perdeu espaço para Diego Rosa e Igor está fora do campeonato. Ele sofreu uma lesão no joelho justamente no clássico e precisou passar por cirurgia. O 4-3-3 de Davino virou um 4-3-1-2 com Souza. No meio-campo, Bogé ganhou mais oportunidades, mas ainda disputa vaga com Audálio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O CSA teve sérios problemas após o clássico. A saída de Canindé prejudicou o andamento do trabalho e, em menos de dois meses, o time teve três treinadores, Estevam Soares, Lino e agora Marlon Araújo. A equipe não mudou muito em relação ao último jogo com o rival, mas o cenário ficou desfavorável, tanto que o Azulão entra na última rodada precisando vencer para chegar às semifinais.
      No dia 19 de fevereiro, o CSA entrou em campo com: Eduardo Castro; Pedro Silva, Roberto Dias, Tiago Garça e Mineiro; Charles Vagner, Lucas, Daniel Costa e Santos ; Diego Clementino e Josimar. Pantera voltou ao gol após se recuperar de lesão e a base foi mantida. A principal baixa foi o atacante Josimar. Artilheiro do time no Nordestão, o jogador foi negociado com o Atlético-GO e, desde então, o time alagoano perdeu a referência ofensiva. Os treinadores já fizeram rodízio no setor e ninguém supriu a carência.
      Até o presidente do Azulão mudou. Jurandy Torres entregou o cargo e está substituído por enquanto por Lumário Rodrigues, vice-geral. Novas eleições devem ser marcadas para maio, e ninguém se candidatou até agora.
      Cenário
      Para chegar às semifinais sem depender de outros resultados, o CRB precisa de um empate no clássico de domingo, às 15h15m. O CSA é acompanhado de perto pelo Murici e tem que vencer para não depender de tropeço do Alviverde.

      Excluir
  2. SOBRE CSA:
    Há quem diga que clássico é um campeonato à parte, por conta de toda rivalidade, pelas polêmicas e fortes emoções que cercam um confronto dessa natureza. Como se não bastassem todos os ingredientes específicos de um jogo como esse, o Clássico das Multidões, entre CRB e CSA, no próximo domingo (13), será encarado com uma seriedade ainda maior por parte dos azulinos.
    Sem calendário definido para o segundo semestre de 2014, o Centro Sportivo Alagoano precisa mais do que nunca manter-se vivo no Campeonato Alagoano para continuar brigando pela única vaga da Série D destinada ao futebol alagoano neste ano.
    Em entrevista ao GloboEsporte.com nesta quinta-feira, o técnico Marlon Araújo falou o que vale esse duelo contra o arquirrival.
    - Para gente, é o jogo do ano. Todas as metas traçadas pela diretoria dependem da nossa classificação, e ela pode vir sem que nós dependamos de ninguém, com uma vitória. Se vier com a vitória melhor, porque nos dá confiança para as semifinais do campeonato. Então é com essa expectativa e com esse espírito [de jogo do ano] que o time vai entrar em campo. Tenho dito aos atletas que clássico é jogo para entrar concentrado. Tem que ter sangue nos olhos - disse o jovem treinador.

    ResponderExcluir
  3. Passada a vitória sobre o Rondonópolis, e consequentemente a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, as atenções no Clube de Regatas Brasil estão completamente voltadas para o Clássico das Multidões, contra o CSA, no próximo domingo, na rodada que encerra a fase de grupos do segundo turno do Campeonato Alagoano.
    E como não poderia ser diferente, o clima de rivalidade começa a aflorar entre os jogadores. Goleiro do CRB, Júlio César fez uma avaliação do que deve ser a partida decisiva, que vale classificação das duas equipes para as semifinais do estadual.
    - Vai ser um jogo tenso, nervoso. Vamos pegar um adversário que vai vir pro tudo ou nada, que vale o restante do semestre pra equipe deles. Mas a gente sabe também da qualidade do nosso grupo, que lutou e não foi à toa que conseguiu fazer o número de pontos que fez. Não vai ser agora que a gente vai vacilar e sair fora.
    Com a classificação Galo assegurada na competição nacional, enquanto o rival foi eliminado logo na primeira fase, o camisa 1 alvirrubro falou que o momento no ambiente regatiano é melhor, mas pregou respeito ao principal adversário.
    Do outro lado está um adversário praticamente desesperado, num jogo que vale o ano do clube deles"
    - Um clássico é complicado você falar sobre o lado emocional. A gente vem motivado, vem de uma classificação, só que do outro lado está um adversário praticamente desesperado, num jogo que vale o ano do clube. A nossa vitória [sobre o Rondonópolis] deu um pouquinho mais de tranquilidade. Não dá a tranquilidade absoluta, mas prova que a gente pode sair de uma adversidade. Então no clássico a gente tem que ter a mesma tranquilidade e serenidade porque o nosso time tem tudo para conseguir mais uma vitória e sair classificado no domingo - pontuou Júlio César
    Para se classificar para a próxima fase do Alagoano sem depender dos outros resultados, o CRB só precisa de um empate contra o CSA. Já o time do Mutange tem que vencer para não precisar torcer contra o Murici, que enfrenta o Santa Rita, em Boca da Mata.

    ResponderExcluir
  4. CRB/AL X ASA/AL

    Jogo encardido, este brilhou os olhos no empate, se for para ir com Duplo seria Fechado no CRB, CSA tomou uma cacetada do ASA, tomou outra do São Paulo, vai para esta partida pressionado pela sua torcida, acredito que jogará fechadinho e um empate já saíra satisfeito.

    ResponderExcluir

O Aposte na Zebra agradece a sua participação!