Ir ao Topo

terça-feira, 6 de maio de 2014

5 comentários:

  1. BOTAFOGO - 08/05/2014 às 17h17:
    Sheik tem corte no pé e não treina, mas Bota minimiza; C. Alberto é dúvida.

    Além de Sheik, Carlos Alberto também não treinou junto aos demais companheiros nesta quinta-feira. O apoiador ficou na academia em busca - de acordo com definição do Botafogo - de "equilíbrio muscular". O meia estava algum tempo inativo, o que gera tal situação.
    Sem a dupla, Jorge Wagner e Wallyson treinaram entre os titulares. Na lateral direita, Edilson começou a atividade, mas deu lugar a Lucas no meio do coletivo.

    Com apenas um ponto, o Botafogo está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, na 19ª colocação. O Alvinegro tenta iniciar reação no torneio contra o Criciúma, no Maracanã.

    ResponderExcluir
  2. CRICIÚMA - 08/05/2014 às 18h44:
    Em treino, Wagner Lopes ameaça alterações no Tigre, inclusive no gol. Treinador saca Bruno e coloca Galatto entre os titulares no decorrer de treinamento no CT, uma das seis mudanças no coletivo antes de enfrentar o Botafogo, no sábado.

    No decorrer do treinamento, além da entrada de Galatto entre os titulares, teve as saídas de Silvinho e Bruno Lopes para o ataque com Rodrigo Silva e Lucca, de volta aos treinos, e que começou a tarde em atividade a parte, junto do meia Ronaldo Mendes, o lateral Rogério e o atacante Maurinho, por exemplo. Na parte final, o próprio Lucca deu lugar a Lulinha. Antes, Wagner Lopes mexeu na lateral esquerda para a entrada de Rômulo e também no meio, com Vitor Michels na vaga de Rodrigo Souza.
    O zagueiro Ronaldo Alves, no “time de baixo”, deu lugar a Iago Maidana na segunda parte. O defensor sentiu uma fisgada no músculo posterior da coxa direita. Ele foi levado para a realização de exame de imagem. O Criciúma treina na manhã desta sexta no CT.

    ResponderExcluir
  3. SOBRE O PONGAFUEGO:
    No Botafogo, ninguém admite a possibilidade de, neste sábado, contra o Criciúma, no Maracanã, a equipe deixar escapar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Com apenas um ponto em três rodadas e na penúltima posição na tabela, o time reconhece que está pressionado e ciente da responsabilidade que tem em seus pés.

    O discurso dos jogadores é de buscar a todo custo a vitória, e a evolução mostrada nas últimas partidas aumenta a confiança.

    - A evolução está acontecendo desde o segundo tempo do jogo contra o Inter e da partida contra o Bahia. Temos agora um jogo de muita responsabilidade e precisamos fazer valer nossa força. Claro que existe um adversário do outro lado, mas temos que fazer nosso papel. Prometer é sempre difícil, mas nossa primeira vitória tem que acontecer no sábado - disse o lateral-esquerdo Junior Cesar.

    O volante Bolatti é outra a ver o Botafogo em crescimento e disse que a equipe vai buscar os "detalhes" que faltam para a primeira vitória, enfim, acontecer.

    - São detalhes que faltam. Em outro momento, se jogássemos como jogamos contra o Bahia, teríamos vencido. Temos que ficar atentos nestes detalhes, corrigir no dia a dia.

    A tendência é de que o técnico Vagner Mancini escala o quarto time diferente nestas quatro primeiras rodadas do Brasileirão.

    ResponderExcluir
  4. SOBRE O CRIZUMA:
    O técnico Wagner Lopes revezou atacantes nos treinamentos no decorrer da semana. Na quinta-feira, chegou a trocar os goleiros. Nesta sexta, definiu o time que vai enfrentar o Botafogo, no Maracanã. O goleiro Galatto e o atacante Rodrigo Silva foram confirmados pelo técnico para iniciar a partida das 21h deste sábado, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Tigre está orientado e escalado para o duelo, após o último treino antes da partida.
    Na manhã desta sexta, no CT do clube, o treinador posicionou seus atletas no gramado. Além do goleiro e do atacante, outra mudança em relação à formação que venceu o Figueirense é Wellington Bruno como meia, na vaga de Paulo Baier, vetado pelo departamento médico. A escalação que encara o Bota, salvo alguma eventualidade, conforme o próprio treinador, tem: Galatto; Eduardo, Fábio Ferreira, Gualberto e Cortez; Serginho, Rodrigo Souza, João Vitor e Wellington Bruno; Silvinho e Rodrigo Silva.
    O treinador justificou as entradas de Galatto e Rodrigo Silva na equipe, por sua opção. Wagner Lopes não levou Lucca para o Rio de Janeiro porque treinou pouco durante a semana, em decorrência de uma pancada na região abdominal. De Rodrigo Silva espera que cumpra bem o papel de um legítimo centroavante.
    - Com o Lucca junto do Silvinho tem mais movimentação e dinâmica. O Rodrigo é um jogador mais de área, para brigar num espaço curto, jogar de costas para o gol, um tradicional atacante de referência. Mas ele sabe que vai ter que voltar marcando na recomposição para a defesa – explicou.
    Quanto à mudança no gol, Wagner deu a entender que poderia tê-la feito no jogo passado, quando da sua estreia. Bruno foi elogiado pelo treinador, mas para esta partida o escolhido foi o “veterano” Galatto.
    - O Bruno é um grande talento, um baita jogador e tem talento, que temos que proteger e dar oportunidade. No dia seguinte à minha chegada, o Galatto machucou as costas, teve uma lombalgia e ficou uns treinos de fora. Passei confiança ao Bruno para vê-lo no jogo contra o
    Figueirense. Ele tem caráter, treina muito, se mata a se dedica. Sua confiança vai volta e ele vai conquista a dos companheiros, tem apenas 23 anos. Tem que lapidar os meninos para que quando entrarem não saiam mais. O Galatto vinha jogando no começo da temporada, teve uma sequência boa, é um grande goleiro e machucou logo que cheguei. Observamos e vimos a confiança a comunicação que tem em campo. A semana do Galatto foi muito boa, a comunicação melhorou muito, a postura também, por isso da mudança – justificou Lopes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno fica no banco de reservas do Maracanã. Além dele estarão disponíveis o zagueiro Escudero, os laterais Ezequiel e Rômulo, o volante Maylson, os meias Everton e Vitor Michels e os atacantes Bruno Lopes e Lulinha. Após o treinamento, finalizado com um rachão, o Tigre voltou ao Heriberto Hülse para almoçar e, em seguida, iniciar a viagem rumo ao Rio de Janeiro.

      Excluir

O Aposte na Zebra agradece a sua participação: